kuro

 

Pequeno, notável e com uma proposta que mescla descontração e tradição, o Kuro, traz a gastronomia japonesa de forma íntima, interativa e de extrema qualidade.

O Kuro, comandado pelo sushiman Henry Miyano, ao lado do chef executivo, o catalão Gerard Barberan, resume-se a balcão e mesas no piso superior, como acontece com muitos restaurantes no Japão. No atual formato, o restaurante funciona com um menu degustação fechado, omakase, apresentado em 16 tempos.

De uma maneira lúdica, a refeição começa com um caldo de katsuobushi e alga Kombu, o dashi, fervido num Syphon Coffee, um método de infusão e indução térmica, normalmente utilizado para extração de café, que complementa-se com massa de gyoza, tinta de lula e king crab. Seguindo para as entradas, o tataki de atum chega com um ovo perfeito em molho ponzu, e ,em uma inspiração no chef Andoni Aduriz, o ‘beijo gelado’ traz em uma base de gelo o tartare de camarão fresco, e caviar de esturjão, um verdadeiro beijo no prato.

Atualmente, a casa recebe apenas um grupo de no máximo 6 pessoas por vez em seu balcão, atendendo com um horário de reserva no almoço, às 12h; e dois horários no serviço do jantar, às 19h e o outro às 20h45, tornando a experiência da casa ainda mais exclusiva. As reservas devem ser feitas com 24 horas de antecedência via direct do Instagram, e pagamento antecipado de 20% para confirmação da reserva.