síbaris produções gastronômicas | 2019
____________________

  • Ícone do Instagram Preto
  • Ícone do Facebook Preto

chefs Juan Pablo e David Rodrigues

 

Os jovens chefs Juan Pablo e David Rodrigues são os nomes na linha de frente da gastronomia do Imakay. O internacional Pablo, da Costa Rica, é o responsável por assinar os pratos quentes, muitos deles finalizados na parrila. O piauiense Rodrigues é uns dos poucos especializados em atum no brasil comanda o balcão de sushis com um menu autoral e pratos clássicos, com peixes feitos com processo de maturação que proporcionam as suas criações textura e sabor mais acentuados.

 

Rodrigues fatia meticulosamente as finas lâminas de buri, unidas com molho ponzu (blend de shoyu, cítrico yuzu e dashi) e finaliza com pesto da casa e ovas de massago; também é preparado aos olhos dos clientes o coral de conchas, com vieiras, purê de ervas, leite de tigre, picles de aji amarillo, finalizado com ovas tobiko.

 

O shari-su, tempero do arroz japonês, teve receita desenvolvida ao longo de 3 anos por Rodrigues e tem como base o aka-su, vinagre envelhecido raro e importado do Japão. A temperatura do arroz é medida várias vezes durante o serviço e garantida a precisão ideal ao chegar ao paladar, com peixe frio e shari morno, já cuidadosamente temperados pela mão do chef com wasabi e shoyu.

 

Da cozinha os destaques de Juan Pablo trazem o atum selado na parrilla acompanhado de vagem tostada e dois molhos clássicos peruanos, o anticuchero e huacaína, feitos com as pimentas peruanas ají panca e ají amarillo, ambas com a picância retirada. O Polvo Estofadito é marinado em chimichurri feito na casa e finalizado na brasa, acompanhados de quiabo defumado e mini alface romana cítrica. 

 

Da coquetelaria Márcio Felipe, finalista no World Class 2015 e 2016, traz para a carta drinques exclusivos e ainda seleção de clássicos. Márcio traz uma nova experiência com o drinque Houdini, inspirado no lendário ilusionista de mesmo nome, que traz além do bourbon, algodão doce de campari que desaparece aos olhos do cliente quando finalizado na mesa. Suas apostas são em receitas aromáticas, cítricas e frutadas. A coquetelaria bem executada eleva o menu a nível internacional com as 22 bebidas autorais preparadas com uma gama de destilados de todo o mundo.

Imakay

 

Original de Campo Grande (MS), o restaurante Imakay desembarcou em São Paulo há cerca de um ano trazendo sua culinária oriental com fortes influências peruanas e do fogo, com apresentações de pratos clássicos e autorais. Os coquetéis também são assinados pela casa e ganham um imponente bar logo à entrada. Imakay significa “conceito” em quíchua (dialeto indígena da época do Império Inca).

Com capacidade para 80 pessoas, o projeto é assinado pela URDI Arquitetura, e contém forte influência japonesa e peruana. O ambiente traz uma arquitetura original, equilibrando também a tradição minimalista moderna com elementos artesanais e coloridos, da escultura de cordas que sustenta o bar ao grafite do artista Julian Gallasch, instalado ao longo do salão, dão vida e autenticidade ao ambiente. Também há uma sala privativa reservável para 12 pessoas.

 

O Imakay é fruto da união de empresários e investidores do ramo alimentício. À frente da operação em São Paulo está Ricardo Merjan, que possui mais de 15 anos de experiência com restaurantes e rede de pizzarias artesanais, e foi responsável pela inauguração da primeira unidade do Imakay em Campo Grande em 2015. “Enxergo São Paulo como celeiro para novas apostas gastronômicas. Acredito que nos últimos anos a democratização e acesso a alta gastronomia cresceu em proporções enormes. Cada vez se entende e se valoriza mais restaurantes com ingredientes de verdade e que consigam trazer boas inovações". O Imakay se reinventa dia após dia, deixando velhos conceitos e absorvendo novos, sempre atento em tudo o que acontece no cenário gastronômico a nível mundial. Tudo isso tem um motivo, carregam nas costas o significado da palavra imakay, “Conceito”.

@imakaysaopaulo