síbaris produções gastronômicas | 2019
____________________

  • Ícone do Instagram Preto
  • Ícone do Facebook Preto

charlô whately

 

Em 1980 a história de Whately começou quando ficou famoso com a receita de patê de fígado. Passou a vender por encomenda em alguns empórios como Santa Luzia e resolveu abrir um espaço para vender suas elaborações.  

 

Em 1988, mudou-se para Barão de Capanema, nos Jardins.  Foi quando nasceu o Bistrô Charlô, um restaurante inovador onde receitas francesas como o Bacalhau com natas, conviviam bem com carne seca e feijão preto, mostrando o savoir-faire do Chef.  

Passaram-se três décadas e o Bistrô Charlô continua mantendo uma identidade culinária, numa atmosfera pop e elegante ao mesmo tempo. Se consolida como um dos principais bistrôs do panorama gastronômico da cidade.

@charlowhately

bistrô charlô

 

"Quando a gente abriu as portas há 30 anos, éramos um misto de deli e restaurante. Algumas pessoas gostavam de comer aqui, mas o nosso foco eram as receitas para comprar e levar. Colocávamos sobre um balcão terrines, quiches, saladas, massas, carnes... Chegou então o momento, em que todos queriam fazer as refeições por aqui." Charlô Whately.

Nasce aí a alma do bistrô, um restaurante de bairro com comida afetiva.


O clima no Charlô é quase todo da bistronomie parisiense. Quase porque no cardápio nos permitimos inovar aqui e ali, comida com espírito paulistano, misturando diversas nacionalidades: criações clássicas francesas, convivem com inspirações de diversas partes do mundo: uma característica de identidade culinária cosmopolita, herdada de seu idealizador Charlô Whately.

@bistrocharlo